Nada é por acaso, é por isso que escolhemos escrever neste blog um texto sobre saúde e beleza. Num espaço que se pretende utilizar para alertar para a importância de comportamentos saudáveis e da promoção da saúde, porquê falar de beleza? A beleza e saúde não são conceitos distintos, que nada têm a ver um com o outro? Veremos que tal não é assim e que a saúde e a beleza estão intimamente relacionados, mostraremos o porque.

Saúde com beleza

A beleza não deve ser encarada como uma meta a atingir a qualquer custo. A título de exemplo veja-se a dieta seguida por muitas pessoas. Para muitas pessoas a dieta serve apenas para perder peso seja de que forma for sem se preocuparem com as consequências que a mesma poderá, eventualmente, acarretar para a sua saúde. Se é verdade que o excesso de peso é maléfico para a saúde, não é menos verdade que o peso ideal deve ser conseguido com uma alimentação correta e equilibrada e não através de erros alimentares prejudiciais à saúde. Ou seja, devemos aliar saúde com beleza. A melhoria da nossa condição de saúde e a da nossa beleza são dois desígnios que podem e devem ser trabalhados em simultâneo, para que se mantenha um equilíbrio.

Saúde, beleza e bem estar

Ser saudável é muito mais que a mera ausência de doença. Ser saudável é sentirmo-nos bem e podermos viver a nossa vida com qualidade e autonomia, em perfeito bem estar.

A saúde, a beleza e o bem estar são, por isso, três conceitos muito importantes na nossa vida, rumo a uma vida mais saudável e com maior qualidade de vida.

A beleza, atualmente, deixou de ser fútil, ou seja, os cuidados que temos com o nosso corpo são vistos, hoje em dia, com naturalidade e como uma necessidade intrínseca. Quando não nos sentimos bem na nossa pele, mudamos a nossa postura e a forma de nos relacionarmos com as pessoas.

A pessoa para se sentir bem por dentro (psicologicamente) tem de gostar do que vê por fora. É essencial para a nossa autoestima e consequentemente para nos sentirmos realizados e de bem conosco. Estar feliz com a imagem é fundamental para uma boa autoestima. A baixa autoestima põe em causa a nossa autoconfiança para tomar até mesmo a menor das decisões. Assim, aumentar a autoestima torna-se imperioso já que aumenta a nossa confiança e é o primeiro passo a tomar para sermos mais felizes e saudáveis.

Qualidade de vida

Quantos de nós já sentimos o desconforto causado por uma simples dor nas costas, ou sentiu o incomodo causado por constipações repetitivas, muitas vezes, causadas por debilidades do nosso sistema imunitário.

Muitos exemplos poderíamos apontar, contudo, todos nós entendemos que a doença ou o mal-estar, nos diminuem, drasticamente, a qualidade de vida.

Vivemos hoje numa era onde o tempo passou a ditar as regras. A escassez de tempo, leva as pessoas a viver numa constante corrida contra esse bem precioso.

Não temos tempo para fazer uma boa alimentação, não temos tempo para fazer exercício físico, não temos tempo para falar com as pessoas, não temos tempo para muitas coisas consideradas essenciais na nossa vida. Estes comportamentos, infelizmente, são geradores de diversos problemas, acarretando graves consequências para a nossa saúde e bem-estar.

Na presença destes problemas, se por um lado, as pessoas são fortemente afetadas na sua saúde, por outro lado, a sua qualidade de vida degrada-se imenso. Para se ter qualidade de vida, deve-se ter bons hábitos.

 

Corpo, saúde e beleza

Reconstruir e disciplinar o corpo para atingir a“boa forma” passa a ser um modo de viver a vida que deve fazer parte do quotidiano de cada um, bem como uma alternativa de prazer e saúde.

A aposta na promoção da saúde é indiscutivelmente um caminho a seguir rumo a uma vida saudável, onde cada um de nós deve agir para melhorar a sua condição de saúde e consequentemente a sua beleza.

Dicas de saúde e beleza

Devemos agir para melhorarmos a nossa beleza, autoestima e simultaneamente a nossa saúde. Na verdade, por norma, quando melhoramos a nossa condição de saúde melhoramos a nossa beleza, e quando melhoramos a nossa beleza melhoramos a nossa saúde do corpo e mente. Ficam, então, aqui algumas dicas de saúde e beleza:

  • Durma entre 7 a 8 horas diárias;
  • Faça uma alimentação rica e equilibrada;
  • Pratique exercício físico com regularidade;
  • Recorra a tratamentos corporais e faciais;
  • Recorra a cirurgias estéticas se necessário (mediante aconselhamento médico);
  • Relaxe, realizando atividades que lhe transmitam prazer.

Um sono reparador pode fazer muito mais pela sua saúde e beleza do que aquilo que você julga, principalmente no que diz respeito ao aspeto da sua pele.

“Você é o que come” é uma frase sábia que resume, claramente, os benefícios ou os malefícios que a alimentação que praticamos exerce sobre a nossa aparência e sobretudo sobre a nossa saúde. Não devemos deixar de lado os cuidados com a alimentação, apostando apenas em receitas milagrosas e rápidas, a fim de conseguir cabelos bonitos, pele hidratada, unhas fortes e o peso ideal, definitivamente esse não é o caminho certo.

A atividade física tem, igualmente, um efeito indiscutível não só na melhoria da nossa condição de saúde, mas também na melhoria da nossa autoconfiança, na redução do stress, etc. Ao praticarmos exercício melhoramos a nossa aparência física e ocupamos o nosso tempo livre de uma forma construtiva e aprazível.

As transformações resultantes destas atitudes fazem bem à nossa aparência e contribuem, positivamente, para a nossa saúde mental e física.

A saúde e a beleza agradecem.